O tempo é Agora

O tempo é Agora. Instante que se expande em todas as direções. A xícara que se parte e não encontra retorno. Tempo é o Já. O passado é memória, criação nossa. O futuro, Hawkings me disse que existe, mas não sei explicar. Simplesmente é. Não me inclino sobre o que vem. Tudo é imaginação. O que crio e o que lembro. Tempo é o que me faz abrir os olhos bem firmes sobre as bordas do papel. A tela que pulsa, pronta para ser descoberta na tecla. É o que me faz com muita calma me deitar sobre o assoalho, olhar para o teto e respirar. Uma, duas, três vezes.

Só inventamos o tempo porque precisávamos de um nome para o que põe fim à nossa contagem de minutos no mundo, o que alcança e deteriora a matéria. Não sei como é a contagem para o tempo. Desconfio que o tempo não exista para o tempo. Descobri que povos nômades da Nigéria o contam pelas estações, pela sombra das árvores. O dia começa na hora um e assim por diante. Não me assusta que existam tempos que o relógio não diz. Que bom ser assim.

Só o fim existe

e isso me conforta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: